+55 11 999811983
pentagrama@pentagramaprojetos.com.br
  • Português
  • English
  • Español
+55 11 999811983
  • Português
  • English
  • Español

Matéria da VEJA – Casa Ecológica

Matéria da VEJA – Casa Ecológica

Como uma arquiteta juntou sustentabilidade, reciclagem e beleza e ainda conseguiu economizar nas contas de água e luz.

Consumir o mínimo de recursos naturais e fazer bom uso deles. Dois preceitos básicos de uma casa sustentável.Encontrar soluções eficientes para o seu lar é um exercício simples e muito nobre.

Márcia Mikail mora nessa casa há um ano. Assim que comprou o imóvel arquiteta resolveu reformá-lo deixando-o mais ecológico.

“Um impactos grandes da construção civil é a geração de resíduos sólidos.Parte do material de demolição eu usei na própria construção do muro da frente por exemplo. Ele foi feito de material de entulho. A fonte também foi feito com material de entulho da obra. Os materiais de revestimentos antigos que eram azulejos coloridos eu usei para alguns detalhes de decoração da obra.” 

Uma forma de contribuir com o meio ambiente é aproveitar a luminosidade natural e optar por lâmpadas econômicas. Márcia, que é membro do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável fez isso e muito mais. 

“Tenho uma casa que ela é relativamente mais aquecida no inverno do que a maioria das casas porque ela foi pensada para ter uma boa insolação no inverno e no verão ela tem ventilação cruzada.”

Ela também implantou painéis Solares no telhado que aquecem a água e fazem diferença na conta de luz. 

“A gente tem realmente aqui um consumo mais ou menos 30% inferior que eu tinha na minha outra casa.

A conta de água também diminuiu. A mudança aconteceu graças ao sistema de reutilização da água da chuva que abastece os vasos sanitários, a torneira do Jardim e a fonte. 

No acabamento e na decoração Márcia também conseguiu soluções sustentáveis. 

“Eu usei madeira certificada de portas, madeira de demolição, além de usar móveis antigos também que é de família. Eu gosto muito da ideia de não ter que consumir. Eu acho que mais do que qualquer coisa a gente tem que ficar reduzir nossos padrões de consumo.Então eu reciclo muito coisas que é de família, misturo móveis modernos com antigos Em suma eu gosto muito de fazer essas brincadeiras.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *